App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
Notícias do Mercado Imobiliário
Categorias
Arrendar Casa

Arrendar casa: Dicas eficientes

15 MARÇO 2022
Tópicos
Dicas Destaque Notícia Homepage Inquilinos Senhorios Casas para arrendar
Saiba 14 dicas para se preparar para o arrendamento de um imóvel, desde os direitos e deveres de um inquilino até fotografar o imóvel antes de sair.
Arrendar casa: Dicas eficientes
Sempre que se arrenda qualquer imóvel, é necessário estar atento a diversos fatores, visto que não é o proprietário do imóvel. Embora estar vigilante possa significar garantir que nenhum dano aconteça à propriedade, também significa ter em atenção aos direitos como inquilino. 

Apresentamos algumas das dicas para arrendar uma casa.

#1. Compreenda os direitos e deveres de um inquilino
É importante procurar compreender quais as aplicadas ao inquilino para garantir, como inquilino, entenda os seus direitos e responsabilidades. Saiba mais aqui.

#2. Inspecione a propriedade
Deve inspecionar o sistema de água, unidade de ar condicionado, fechaduras para portas e janelas, sistemas de canos, etc. Certifique-se de perguntar ao senhorio sobre a manutenção da casa e quando a casa foi mantida pela última vez. Não queira arrendar uma casa com problemas de canos ou de aquecimento durante o inverno.

#3. Leia atentamente o seu contrato de arrendamento
O seu arrendamento é um contrato legal entre o inquilino e o proprietário. Um contrato de arrendamento pode conter cláusulas extras que não são legalmente exigidas pelas leis de senhorio-inquilino, mas as cláusulas são juridicamente vinculativas quando o contrato é assinado por ambas as partes. 

Se perceber que alguma cláusula parece injusta, como, por exemplo, o proprietário exigindo que se faça inspeções de propriedade toda a semana, é possível procurar aconselhamento jurídico e contratar um advogado especializado em relações proprietário-inquilino.

#4. Inspecione a propriedade novamente
Uma vez que o contrato de arrendamento seja finalizado e acordado entre o proprietário e o inquilino, pode solicitar ver a propriedade novamente. 

Quando estiver na propriedade, tire fotos e documente qualquer tipo de dano que encontrar. Se vir pequenos buracos nas paredes causados ​​por uma televisão, tire uma foto e informe o proprietário por escrito. 

O seu senhorio pode ou não reparar os danos antes de se mudar. No entanto, é importante informar o senhorio antes de se mudar para casa, caso contrário o senhorio pode acusá-lo dos danos e retirar o dinheiro do seu depósito para o reparar.

#5. Pague a renda em dia
Após se mudar para sua nova casa, é necessário pagar o seu arrendamento em dia. A renda pode ser paga em dinheiro, cheque ou transferência bancária. Pagar em dinheiro não é recomendado porque não há rastro de papel para rastrear o seu dinheiro. Se decidir pagar em dinheiro, certifique-se de pedir um recibo que documente a data e para que serve o dinheiro.

#6. Certifique-se de que o seu senhorio recebeu o dinheiro
Ao enviar um cheque para o seu senhorio, certifique-se de que o senhorio deposita o cheque. Se o seu senhorio não tiver depositado ou descontado o seu cheque, informe o seu senhorio que enviou o cheque. É melhor informar o seu senhorio por escrito, como e-mail ou mensagem de texto. 

#7. Estabeleça uma boa relação consigo e com o seu senhorio
Um senhorio insatisfeito pode ser difícil de lidar durante a duração do seu contrato. Seja gentil e respeitoso com o seu senhorio. Um proprietário feliz pode responder mais rapidamente a qualquer reparo de emergência. Se comunicar apenas com o gerente da propriedade do seu senhorio, estabeleça um bom relacionamento com esse gerente da propriedade.

#8. Documente todas as comunicações entre inquilino e o proprietário
E-mails e mensagens de texto são boas maneiras de documentar qualquer correspondência. Mesmo que tenha uma boa relação com o seu senhorio, deve sempre tomar as medidas necessárias para se proteger. Promessas verbais são difíceis de provar no tribunal.

#9. Conheça os seus vizinhos
Pode não parecer uma dica importante, mas os seus vizinhos podem ser fontes valiosas de informação. O seu vizinho provavelmente conhece bem a área e pode recomendar locais. Além disso, os vizinhos podem conhecer o seu senhorio e os inquilinos anteriores da casa. Pode ser importante aprender sobre a história do seu senhorio com os inquilinos, especialmente se o senhorio consistentemente não reparar a propriedade.

#10. Contacte o seu senhorio se a propriedade necessitar de reparações
Como inquilino, é sua responsabilidade informar o senhorio se algo precisa ser consertado na casa. Se não entrar em contacto com o proprietário e os danos piorarem com o tempo, poderá ser responsabilizado por alguns dos danos porque não notificou o proprietário.

#11. Não leve animais de estimação para a propriedade sem a aprovação do seu senhorio
Se planeia adotar um cão ou gato, precisa de pedir permissão ao seu proprietário. Muitos proprietários não permitem que os animais vivam nas suas propriedades. Os animais podem causar muitos danos a uma casa. 

#12. Permita que o seu senhorio faça inspeções, mas não permita que o seu senhorio o assedie
Os proprietários estão autorizados a inspecionar as suas propriedades, desde que os inquilinos sejam devidamente notificados. No entanto, essas inspeções devem ocorrer em horários e frequências razoáveis. Pode ser considerado assédio se um proprietário visitar a sua casa a cada poucos dias para "inspeções".

#13. Em caso de problemas com o senhorio, contrate um advogado para lidar com a situação
Muitos proprietários insatisfeitos tentarão "intimidar" os inquilinos ignorantes alegando que o proprietário tem o poder supremo. No entanto, os inquilinos têm direitos que os proprietários não podem violar. Embora os advogados sejam caros, um advogado pode proteger os seus direitos e garantir que o seu senhorio não tire vantagem. Se o dinheiro for um problema, existem organizações de proteção ao inquilino que podem ajudá-lo.

#14. Fotografe o imóvel antes de sair
Fotografe as divisões, eletrodomésticos, quintal, etc. É importante documentar visualmente as condições do imóvel antes de se mudar. Enquanto a maioria dos proprietários não são maldosos o suficiente para fazer isso, alguns proprietários irão deliberadamente danificar as suas casas e acusar os inquilinos anteriores de causar o dano.

Tópicos
Dicas Destaque Notícia Homepage Inquilinos Senhorios Casas para arrendar
Notícias mais lidas
Mais-valias: Governo reduz prazo da morada fiscal
Que tipos de contratos de arrendamento existem? Conheça
O que é a permuta de uma casa? Entenda este conceito
Projeto arquitetónico vs Projeto estrutural: entenda a diferença
Queres receber as últimas Super Notícias?
pixel pixel