App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
instalar
Notícias
Categorias
Imobiliário

Casas passivas: Conceito sustentável no mercado imobiliário

23 MAIO 2022
Tópicos
Mercado Imobiliário Destaque Notícia Homepage Casas Casas Sustentáveis Sustentabilidade
Uma casa passiva é capaz de poupar 90% da energia usada para aquecimento numa construção standard e 75% no caso de uma nova construção. Saiba mais sobre este tipo de casas.
A primeira marca de construção passiva foi formalizada em 1988 pelo Prof. Bo Adamson e Dr. Wolfgang Feist. Como resultado, construíram o primeiro edifício passivo em Darmstadt, Kranischtein, em 1991:
  • 90% de economia nos custos de aquecimento em comparação com o standard;
  • 27 anos depois, o edifício continua a ser tão eficiente como aquando da sua construção. 

Casa passiva: Definição
Os edifícios passivos associam-se a conforto térmico, qualidade do ar interior e baixo consumo de energia. 

Em termos de aspecto não é possível reconhecer este tipo de casas. Na realidade, uma casa passiva consiste num padrão de desempenho e não um método de construção específico. 

Os edifícios passivos têm de satisfazer os requisitos da procura de energia, contudo, existe total liberdade de preferência dos métodos para atingir tais requisitos.

A casa passiva poupa 90% da energia usada para aquecimento numa construção standard e 75% no caso de uma nova construção.

Renovação
É bastante difícil atingir o padrão da casa passiva quando se trata de renovação, principalmente em virtude às dificuldades encontradas na diminuição de todas as pontes térmicas e isolamento do exterior. 

Por esta razão, há uma norma de casa passiva específica para a renovação:
  • Critérios de desempenho menos exigentes;
  • Oferecer ao cliente uma garantia de qualidade na modernização da sua casa.

Princípios de uma casa passiva
  • Excelente isolamento térmico da envelope exterior do edifício
  • Caixilharias isolantes para janelas e vidros de qualidade, de preferência certificadas pelo Instituto Passivhaus
  • Minimização de pontes térmicas
  • Envolvente do edifício estanque ao ar
  • Sistema de ventilação com recuperação de calor

Requisitos de uma casa passiva
Se algum das seguintes condições não forem cumpridas, o edifício não será elegível para a certificação de casa passiva (Passivhaus):
  • Necessidades de energia para aquecimento/arrefecimento  ⩽ 15 kWh/m².ano ou carga de aquecimento/arrefecimento ⩽ 10 W/m²
Numa casa tradicional, as necessidades de aquecimento são de cerca de 60-150 kWh/m2a (4 a 10 vezes mais do que numa casa passiva). A carga máxima para aquecimento numa casa tradicional é de cerca de 30-50 W/m² (3 a 5 vezes mais do que numa casa passiva).

  • Estanquidade ao ar do edifício n50 ⩽ 0.6/h
Numa construção tradicional, todas as pequenas fugas de ar que são possíveis através de pequenos orifícios na construção, é como podem equivaler a uma abertura de 40×40 cm na parede. Numa casa passiva, a área total de fugas de ar equivale ao tamanho de uma moeda de 1 euro.

  • Necessidades de Energia primária ⩽ 120 kWh/m².ano ou necessidades de energia renovável primária  ⩽ 60 kWh/m².ano
  • Frequência do excesso de temperatura (25ºC) ⩽ 10%
Tópicos
Mercado Imobiliário Destaque Notícia Homepage Casas Casas Sustentáveis Sustentabilidade
Queres receber as últimas Super Notícias?
pixel pixel