App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
Notícias do Mercado Imobiliário
Categorias
Comprar Casa

Comprar casa em planta: Vantagens, desvantagens e dicas

2 JUNHO 2022
Tópicos
Dicas Mercado Imobiliário Destaque Notícia Homepage Compra de Imóveis Comprar Casa em Portugal
Se está à procura de um imóvel e não tem pressa em fazer a mudança, comprar uma casa em planta (ou em construção) é uma possibilidade a considerar.
Comprar casa em planta: Vantagens, desvantagens e dicas
A compra de uma casa em planta (ou em construção) é uma solução que se está a tornar cada vez mais comum, principalmente, nas zonas urbanas, onde a oferta de construção nova é mais escassa e a preços mais altos.

Esta possibilidade pode proporcionar preços mais acessíveis, mas exige certos cuidados. Veja as vantagens e desvantagens antes de decidir.

Comprar casa em planta: Vantagens
Adquirir uma casa em planta pode ser a maneira de certificar que conseguirá optar exatamente por aquele espaço que queria. Evite restringir-se às casas disponíveis no mercado.

#1. Poupança
Ao adquirir uma casa em planta pode poupar um valor significativo. 

Um imóvel em projeto ou em construção é normalmente mais barato do que um já concluído. Ao comprar uma casa nesta fase tem ainda mais margem para negociar o preço e pode contar com maior potencial de valorização. Isto é, quando estiver concluído, o imóvel vai valer mais.

#2. 100% novo
A casa que vai adquirir vai ser estreada por si e, sendo um imóvel ainda em construção, terá certamente os materiais e tecnologias mais recentes, por exemplo, em termos de insonorização ou de climatização. 

Se a casa vier a revelar defeitos de construção está, por lei, incluída pela garantia.

#3. Uma casa ao seu gosto
Comprando a casa em planta terá, em princípio, a possibilidade de selecionar a casa que pretende. Será mais fácil ter um apartamento com boa orientação solar, no piso que deseja ou com o lugar de estacionamento mais conveniente.

Nesta fase, é ainda possível optar por acabamentos, por exemplo, em termos de cores de paredes ou pavimentos. 

Tem também mais tempo para encontrar os móveis e outros objetos de decoração para o recheio, com possibilidade de aproveitar saldos ou campanhas.

#4. Pagamentos faseados
Os pagamentos vão sendo feitos de forma faseada, o que possibilita juntar dinheiro para ir a saldar esses compromissos. Numa fase muito inicial deve pagar o sinal, para reservar o imóvel. 

Posteriormente, ao assinar o contrato promessa de compra e venda (CPCV) são determinados outros pagamentos, realizados à medida que as obras avançam. 

#5. Tempo para planear
Uma mudança de casa é sempre trabalhosa e implica também a alteração de hábitos. Adquirir uma casa em planta dá a possibilidade de ter mais tempo para preparar essa mudança e reorganizando certos componentes da sua vida com base na nova morada. 

Se tiver filhos, tem mais tempo para procurar uma escola perto da nova casa, por exemplo.

Comprar casa em planta: Desvantagens
A aquisição de uma casa em planta acarreta certas desvantagens, nomeadamente o facto de estar a comprar um imóvel que pode, após concluído, não corresponder às suas expectativas. Assim, saiba as principais desvantagens de forma a poder contornar possíveis obstáculos.
 
#1. Possibilidade de a obra ficar por concluir
O maior receio de quem adquire uma casa em planta é que a obra fique inacabada por dificuldades financeiras do promotor ou do construtor. Contudo, este contexto é uma exceção e não a regra.

Uma forma de precaver este risco é informar-se sobre a solidez da empresa construtora com que quer fazer negócio e tentar perceber o histórico do seu trabalho. 

#2. Atrasos na entrega
Outra desvantagem passa por potenciais atrasos na conclusão e entrega do imóvel, nomeadamente se precisar da casa em determinada data. Por exemplo, se pretender aumentar a família ou até regressar ao país após um período a trabalhar fora.

Para certificar que os seus direitos estão acautelados, o CPCV pode prever estes contextos e eventuais indemnizações por incumprimento de prazos.

#3. Resultado final aquém das expetativas
A desilusão com o resultado final é outro risco. 

Pode acontecer que algo, inicialmente, do seu agrado, quando viu a planta, possa revelar-se menos atrativo depois da casa pronta. Ou que tenha tido uma perceção errada das áreas e da própria planta, quando a viu em plano (no layout). 

Para evitar que tal aconteça, é essencial certificar que compreende todas as informações que constam na planta, abrangendo, por exemplo, áreas ou localização de portas e janelas.

Caso tenha dúvidas, deve esclarecê-las antes de se comprometer com a compra da casa, nomeadamente com ajuda técnica especializada.

Comprar casa em planta: Dicas
A aquisição de uma casa exige sempre muita atenção a alguns componentes, nomeadamente legais ou mais técnicos, como os materiais usados e a disposição das divisões. É igualmente importante averiguar o potencial de valorização ou desvalorização do local, sendo igualmente útil contar com a ajuda de profissionais ao longo do processo.

#1. Recorrer a uma imobiliária
Recorrer a uma agência imobiliária no processo de compra de uma casa pode trazer mais segurança e facilidade de processo. 

Os mediadores imobiliários têm, igualmente, um bom conhecimento do mercado e podem ser úteis na recolha de informação fidedigna sobre o construtor e o seu historial.

O apoio nas questões burocráticas é essencial, contudo, existe, inclusive, a possibilidade de aceder a ferramentas de realidade virtual, que permitem visualizar o aspeto final do imóvel.

#2. Já há andar modelo? Faça uma visita
Uma das formas de ter uma ideia mais real do resultado final da obra é visitar o andar modelo, quando existe. 

No caso de ser uma construção de blocos de apartamentos semelhantes, geralmente há a possibilidade de conhecer o andar modelo num dos edifícios que já esteja concluído.

Apesar de não ser uma cópia fiel da casa que vai comprar, poderá ter uma perceção mais rigorosa em termos de áreas ou de acabamentos. Pode ainda obter algumas ideias sobre como decorar ou aproveitar da melhor forma o espaço disponível.

#3. Antecipe cada detalhe
Ao comprar uma casa, mesmo que não seja em planta, é sempre importante saber quais são os planos urbanísticos para aquela área. Tratando-se de um imóvel em projeto, é ainda mais relevante, dado o período de tempo que irá decorrer entre o início da construção e a conclusão da obra. 

Tente perceber como será aquela zona quando se mudar. Que tipo de projetos há para o local? E os que existem, valorizam ou desvalorizam aquela localização? Procure notícias e tente obter informação em documentos públicos da câmara, como o Plano Diretor Municipal (PDM).

O PDM regula a ocupação do solo e o seu aproveitamento. Define ainda a localização de infraestruturas e equipamentos. Através deste instrumento, pode perceber se está prevista mais construção para aquela área que possa, por exemplo, perturbar a vista sobre a paisagem ou ser fonte de ruído.

#4. Nada de abdicar de um documento escrito
Um documento escrito e assinado por ambas as partes é a melhor forma de garantir que, caso algo corra menos bem, tem os seus direitos protegidos.

É importante que este documento contenha prazos de entrega e de pagamento, assim como penalizações (para o comprador ou vendedor) em caso de incumprimento.
Tópicos
Dicas Mercado Imobiliário Destaque Notícia Homepage Compra de Imóveis Comprar Casa em Portugal
Notícias mais lidas
Mediação Imobiliária: 7 bons argumentos de negociação
A importância do preço certo no imóvel que está a vender
Isenção do IMT na compra de casa vai entrar em vigor em agosto
Descubra as 4 regiões portuguesas onde comprar casa é mais difícil
Queres receber as últimas Super Notícias?
pixel