App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
Notícias do Mercado Imobiliário
Categorias
Economia

Ministro das Finanças acredita que PIB pode crescer este ano

23 FEVEREIRO 2024
Tópicos
Bancos Taxas de Juro Inflação Portugal BCE Zona Euro União Europeia Despesas PIB (Produto Interno Bruto) Salários Desemprego
Fernando Medina está otimista em relação à evolução PIB, apesar da revisão em baixa feita pela Comissão Europeia, acreditando numa subida de 1,5% em 2024.
Ministro das Finanças acredita que PIB pode crescer este ano
Fonte: Freepik
Autor: Redação

Fernando Medina, Ministro das Finanças, está mais otimista em relação à evolução do Produto Interno Bruto (PIB) do que a Comissão Europeia, acreditando num crescimento de 1,5% este ano e contrariando as previsões pessimistas de Bruxelas. Para o executivo, este é um "número atingível".

"É muito cedo no ano para fazer alguma alteração relativamente à previsão do Governo sobre essa matéria. Creio que os dados que temos e que tivemos do último trimestre, aliás, pelo efeito que têm de arrastamento para o ano de 2024, reforçam a convocação de que o número de 1,5% é um número atingível no ano de 2024", garante Medina.

Sobre a evolução do emprego, e questionado à chegada da reunião informal dos ministros das Finanças da zona euro da União Europeia que teve lugar em Gante, cidade belga, o executivo afirmou: "qualquer aumento do desemprego é, obviamente, uma notícia que preocupa e que não é do agrado de nenhum ministro das Finanças. Agora temos que perceber a situação que nós estamos a viver, uma situação muito excecional [...] na qual a capacidade de criação de empregos muitas vezes não segue exatamente o mesmo ritmo da chegada das pessoas ao mercado de trabalho e por isso é que nós estamos a ter este paradoxo é que o emprego também está a aumentar"

E acrescentou ainda: "preocupa-me a situação do desemprego, [mas] preocupar-me-ia mais se a economia estivesse num ponto de destruição de empregos face àquele que temos e não a crescer empregos"

Bruxelas é mais pessimista nas previsões

Nas últimas previsões de inverno, divulgadas neste mês de fevereiro, a Comissão Europeia apontou um crescimento de 1,2% do PIB português em 2024 e de 1,8% em 2025, uma revisão em baixa de uma décima para este ano, porém, acima da média da zona euro e da União Europeia. 

Portugal foi considerado, assim, um dos países com moeda única com o segundo maior abrandamento do ritmo de crescimento entre este e o ano passado, para 1,2% este ano e 1,8% no próximo, tendo as projeções de inverno estimado um crescimento de 1,3% para este ano. 

Assim, a Comissão Europeia assinala que o crescimento em Portugal deverá "continuar moderado no início de 2024", impactado pela "fraca procura por parte dos principais parceiros comerciais".

Tópicos
Bancos Taxas de Juro Inflação Portugal BCE Zona Euro União Europeia Despesas PIB (Produto Interno Bruto) Salários Desemprego
Notícias mais lidas
Diferença entre domicílio fiscal e morada fiscal
Que documentação precisa para vender a sua casa? Dizemos-lhe
Cancelar a hipoteca: tudo o que precisa de saber
Diferenças entre um fiador e um avalista: entenda-as
Queres receber as últimas Super Notícias?
pixel pixel