App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
Notícias
Categorias
Imobiliário

No combate ao desperdício de energia

7 OUTUBRO 2022
Tópicos
Dicas Imóveis Casas Casas Sustentáveis Sustentabilidade Eficiencia Energetica
Casas inteligentes, o primeiro passo para alcançar a eficiência que permite poupar bastante na fatura da eletricidade.
Fonte: Freepik
Autor: Redação

A procura por soluções de Domótica e Automação Residencial, cresceu 116% este ano, com mais de metade dos pedidos (52%) relacionados com instalações novas, revela a APP Fixando, após uma análise ao setor realizada entre 1 de janeiro e 30 de setembro, que contemplou 2000 profissionais do setor, segundo um comunicado enviado ao SUPERCASA Notícias

A Fixando, que liga clientes a especialistas de todo o tipo de serviços, revela ainda que o número de profissionais registados neste setor aumentou em 37% entre 2021 e 2022, com a maioria dos pedidos que recebem (52%) a dizer respeito a novas instalações. Seguem-se 39% dos clientes, que querem um novo serviço para o sistema que já têm na sua casa, e 4% quer aumentar um serviço já existente.

A integração de mecanismos automáticos num ambiente residencial é apontada pelos profissionais da área como uma solução que, quando utilizada no sentido de otimizar a eficiência energética da casa, permite reduzir significativamente o consumo de eletricidade.

Hélio Cardoso, da JARVIS – Casas Inteligentes, explica que o primeiro passo para uma casa mais eficiente é a instalação de estores automáticos: “Automatizar os estores significa garantir que a luz natural entra em casa mais cedo, evitando assim a utilização de luz artificial.”

Segundo o mesmo responsável, os estores automáticos podem ser usados como um mecanismo eficiente para garantir a temperatura interior da casa, tanto no verão (evitando a exposição solar nas horas de maior calor), como no inverno (deixando a casa aquecer naturalmente aquando da maior exposição solar). A integração com a iluminação permite ainda maior eficiência, ao garantir que quando um estore é aberto a luz da respetiva divisão é apagada automaticamente.

Outra ferramenta muito solicitada são os medidores de energia que permitem às famílias perceber onde estão os seus maiores gastos. Para quem tem produção solar, pode ainda gerir de forma mais eficaz dos seus recursos. 

Hélio Cardoso destaca a possibilidade de interagir com alguns eletrodomésticos (máquinas de lavar/secar) para que estas só trabalhem quando a produção solar é suficiente para a execução do seu ciclo.

Portugueses ainda não conhecem o potencial da automação para poupar energia.

Apesar dos benefícios energéticos e financeiros que o investimento nestes sistemas permite, poucos são os portugueses familiarizados com este setor.

Miguel Martins da Segmento Válido, empresa do Porto, refere que “A maioria das pessoas acha que domótica se trata apenas de abrir e fechar estores, ligar e desligar luzes e não encaram esta área como uma solução para a poupança de energia. Tenho observado muita procura relativamente aos estores, contudo, ainda não existe uma perspetiva global da domótica, o que faz com que os clientes não consigam tirar total partido dos equipamentos que possuem.”

Para além da procura por estes sistemas diretamente relacionados com energia, Miguel Martins destaca ainda outras soluções existentes no mercado e que assentam mais na segurança, nomeadamente, na deteção de fugas de gás ou de inundações, com sensores que permitem a criação de alertas.
Tópicos
Dicas Imóveis Casas Casas Sustentáveis Sustentabilidade Eficiencia Energetica
Notícias mais lidas
Queres receber as últimas Super Notícias?
pixel pixel