App SUPERCASA - Descobre a tua nova casa
App SUPERCASA
Descobre a tua nova casa
Abrir
Notícias
Categorias
Imobiliário

Procura pelas energias renováveis aumenta

30 AGOSTO 2022
Tópicos
Imóveis Acessibilidade Casas Casas Sustentáveis Portugal Sustentabilidade Eficiencia Energetica
Alternativa energética subiu 137% em julho.
Fonte: Fixando
Autor: Redação

­A subida dos preços do gás e da eletricidade está a espoletar uma corrida dos portugueses às energias renováveis e sustentáveis. A procura de produtos e serviços disparou 137% em julho comparando com o mesmo período em 2021, revela hoje a APP Fixando, numa análise junto de 2600 de utilizadores e 1200 especialistas, entre 01 de julho e 25 de agosto de 2022, segundo um comunicado enviado ao SUPERCASA Notícias.

Com base no atual registo, a APP que liga clientes a especialistas de todas as áreas de serviços, estima que a procura em 2022 cresça 180% face a 2021.

De salientar que os preços praticados pelos profissionais e empresas têm crescido exponencialmente, sobretudo devido à escassez de mão de obra e de materiais.

A título de exemplo, a Fixando revela que a instalação de painéis solares em 2021 custava €420 por serviço e atualmente ronda os €590 por serviço, ou seja, uma progressão de 40,5%.

“Este aumento da procura surge num momento em que as famílias portuguesas estão cada vez mais preocupadas com as variações nos custos das energias e procuram investir em alternativas, não só mais sustentáveis, mas também que lhes garantam algum alívio nas despesas mensais”, esclarece Alice Nunes, diretora de Novos Negócios da Fixando. 

Os distritos onde se registam mais solicitações de clientes são Lisboa (17%), Porto (15%), Setúbal (10%), Aveiro (9%), Braga (8%) e Leiria (8%). A maioria dos utilizadores procura estes serviços para casas com áreas superiores a 100 metros quadrados (89%) e apesar do aumento dos preços, 42% refere que pretende ter os painéis solares ligados à rede, com apenas 25% a preferir uma ligação própria.

Oferta não acompanha procura
Apesar do crescente interesse dos consumidores em optar por serviços de energias renováveis e sustentáveis, a oferta no mercado não é suficiente para responder aos pedidos. Segundo a Fixando, 55% das solicitações feitas na Fixando durante o mês de julho ficaram sem resposta.  

Ainda que desde o início do ano o número de empresas e especialistas que comercializam serviços relacionados com Energias Renováveis e Sustentabilidade tenha crescido 19% face a 2021, menos de 10% estão disponíveis de momento para aceitar novas marcações.
Tópicos
Imóveis Acessibilidade Casas Casas Sustentáveis Portugal Sustentabilidade Eficiencia Energetica
Notícias mais lidas
Queres receber as últimas Super Notícias?
pixel pixel